Universidade Estadual de Campinas - Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher - CAISM

Pesquisadores Responsáveis e Participantes

Sérgio Tadeu Martins Marba
Abimael Aranha Netto
Maria Aparecida Marques Santos Mezzacappa
Jamil Pedro de Siqueira Caldas
Monica Aparecia Pessoto
Gisele Marafon Lopes de Lima
Roseli Calil
Andrea Eliana Lovato Cassone    
Fernanda de Castro Millen    
Jussara Lima e Souza            
Kathyúscia Dantas Araújo    
Lúcia Helena Leite Bueno        
Luís Eduardo Figueiredo Vinagre        
Patrícia Palermo Brenelli        
Silvia Maria Monteiro da Costa    
Stefânia Lucizani Pacífico        
Taritade Lossoda Silveira Bueno    

A Instituição

A Divisão de Neonatologia está situada no Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti - Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher - CAISM – que pertence ao complexo hospitalar da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp. Atende a cerca de 3.000 recém-nascidos ao ano com uma taxa de baixo peso de 20% e muito baixo peso de 5%. A nossa missão é oferecer um bom atendimento neonatal – componente assistencial – e praticar ensino e pesquisa de qualidade.

Equipe

A equipe médica é composta por 4 professores da Faculdade de Ciências Médicas, 13 médicos assistentes, 5 residentes de primeiro e 5 de segundo ano de Pediatria e 6 de terceiro ano e 6 de quarto ano em Neonatologia. Contamos com 30 enfermeiros, 70 técnicos de enfermagem, 2 fonoaudiólogas, 3 fisioterapeutas, 1 psicóloga e 1 assistente social. O serviço dispõe ainda de cardiologista pediátrico, neurologista infantil, oftalmologista e cirurgião pediátrico próprios, bem como acesso a outras especialidades médicas do complexo hospitalar do Hospital de Clínicas da Unicamp.

Abrangência

A Divisão de Neonatologia possui uma unidade de internação com 30 leitos divididos em 15 de terapia intensiva e 15 de cuidados intermediários, sendo 4 destes na modalidade canguru. A unidade de internação conta ainda com um quarto de isolamento, com capacidade para 2 leitos. A Divisão é classificada como de nível III pela Portaria MS-930 e presta atendimento terciário a recém-nascidos gravemente enfermos dentro de um sistema regionalizado na região de Campinas. Uma das características da unidade neonatal é trabalhar dentro da lógica de regionalização do atendimento neonatal com um sistema de referência e contrarreferência implementado, com uma parcela significativa de pacientes sendo transferida para seus hospitais de origem assim que estáveis.

A Divisão atua conforme o processo de trabalho de humanização do atendimento com área física adequada, programa de redução de ruídos e de luminosidade, cuidados contingentes do recém-nascido, visita liberada aos pais 24 horas/dia, visita de irmãos e familiares e casa de repouso para puérperas. A unidade é centro de referência para o Método Canguru do Ministério da Saúde dos hospitais de ensino com tutores e equipe treinada. Possui ainda uma equipe de cuidados paliativos com acolhimento a pacientes terminais e reunião com pais enlutados.

Além dos equipamentos básicos de terapia intensiva, a Divisão possui aparelhos para ventilação de alta frequência, para administração de óxido nítrico e para protocolos de hipotermia terapêutica convencional. Dispõe de ultrassonografia à beira do leito, aparelho de raio-X próprio, tomografia computadorizada e realização de pHmetria e nasofibroscopia otorrinolaringológica. O serviço dispõe ainda de banco de leite humano com coleta e processamento do material, triagem oftalmológica, triagem auditiva com PEATE automático, fisioterapia pulmonar e motora e serviço de medicina fetal.

Para as crianças de baixo risco, o CAISM dispõe de 24 leitos de alojamento conjunto sendo o Hospital credenciado como Hospital Amigo da Criança. Neste local as mães recebem todo treinamento para o cuidado com seu filho, bem como estímulo e apoio ao aleitamento materno. No momento da alta é realizada a triagem auditiva universal através da emissão otoacústica pela fonoaudiologia. As crianças com perda ponderal significativa e/ou zonas de risco alto ou intermediário para hiperbilirrubinemia têm retorno agendado em 24-72 horas na própria unidade.

Na área ambulatorial são acompanhados os recém-nascidos egressos da unidade de internação em ambulatórios específicos para seguimento de recém-nascidos com peso de nascimento inferior a 1.500gramas, os portadores de icterícia hemolítica e aqueles que necessitam atendimento especializado de neurologia, neurocirugia, cirurgia geral, genética, fisioterapia. Para o seguimento imediato de crianças egressas da unidade, o serviço dispõe de ambulatório de enfermagem e para a 3ª etapa do Método Canguru.

Na sala de parto conta com o sistema PPP – pré-parto, parto e puerpério e para as crianças que  necessitam de cuidados imediatos de reanimação há uma sala específica com 3  berços de recepção do recém-nascido. Todos os profissionais médicos e de enfermagem que lá atuam são treinados em reanimação neonatal nos moldes do Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria e do Programa Iniciativa Hospital Amigo da Criança.

Linhas de Pesquisa

Na área de pesquisa a Divisão está inserida no Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, a nível de mestrado e doutorado com várias de linhas de trabalho como ultrassonografia e fluxo sanguíneo cerebral, neurologia neonatal, asfixia, hiperbilirrubinemia, refluxo gastro-esofágico, sepse, avaliação auditiva, crescimento e desenvolvimento e nutrição.

Endereço

Divisão de Neonatologia – CAISM-Unicamp
Rua Alexander Fleming, 101
Cidade Universitária Zeferino Vaz, Distrito de Barão Geraldo
CEP 13083-881
Campinas – São Paulo
Telefones: 19-3521-9307 (secretaria); 19-3521-9324 (UTI); 19-3521-9471 (UCI)
Contato RBPN: Sérgio Tadeu Martins Marba, Jamil Pedro de Siqueira Caldas, Fernanda de Castro Millen.